Clássicos da LiberdadeSem categoria

Para Platão as ideias são superiores às coisas terrenas.

Qualquer coisa, mesmo uma mesa, que é o exemplo que Platão usa no “A República”(Pg. 430) existe em 3 formas: A forma ideal, a forma real e a forma de representação.
A “ideia” da mesa existe por si mesma, anterior ao marceneiro resolver construí-la. Quando o marceneiro constrói a mesa, ela deixa de ser ideal, o processo de construção nunca é capaz de igualar o real à ideia, sendo o ideal sempre superior. Quando um pintor
 pinta a mesa, ou quando alguém descreve a mesa, o resultado é algo ainda mais longe da mesa ideal.

Para Platão é através da Filosofia e da reflexão que nos aproximamos dos conceitos ideais e, portanto, das formas mais belas do conhecimento.

Na imagem, um recorte da pintura de Rafael Sanzio, representando Platão apontando para cima, para o mundo metafisico e ideal.

Texto de autoria de Rafael Galera, publicado, originalmente, sob o pseudônimo Otto Weber.

Ver mais

Artigos parecidos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ver também

Close
Close